JellyPages.com

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Eu Preciso - A. D.


Eu preciso alçar vôo
Sair deste mundo
Viajar nas asas dos sonhos
Em tua direção
Sentir em meu corpo teus lábios
Como a brisa movimentando as ondas no mar
Ter tuas mãos me acariciando
Como o vento acaricia os meus cabelos
Sentir em meu rosto o teu hálito
Como sinto o perfume de uma rosa
Experimentar teu corpo no meu
Envolvendo-me como uma música
Necessito dessa emoção em minha vida

Meu Corpo - Carmem


Meu corpo arde em chamas...
Lembranças me vêm a mente

Sua boca...

Ah! Sua boca em meu corpo...

Tatuando com a língua
cada pedacinho...

Alucinando-me...
Transcendendo-me
a um universo desconhecido...

E enlouquecedor...

Quero você...

Sentir suas mãos
explorando meu intimo...

Toques...

Bocas...

Sexo...

Línguas se enroscando...
Carícias....

Desejos...

Querer...

Quero você...

Venha...

Faça-me novamente estremecer...

Arrepiar...

E, em um segundo inundar sua boca...

Sentir você...

Sentir-me...

Nos sentirmos...

E novamente
nos entregarmos um ao outro...

Quero você...

Vem!!!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2009

Cavalgada Em Delírio - Lianna Jesus


Seus olhos mostram sua alma extasiada.
Beijos descem de mansinho pelo corpo;

mamilos presos nos dentes carrascos;

o suor do peito é totalmente sugado,

estamos provando nosso gosto.

Rédeas curtas na cavalgada insana.

Fica assim... parado...

Sinta o calor mágico.

Messe momento somos apenas um
e
dentro de nós apenas encantamento.
Excita e choca a ousadia...

Sentidos paralisados;

Corpos ardentes com o roçar das línguas;

joga-se o mesmo jogo...
As Feras já dão o sinal,

clamam em altos brados;

pegam forte;
se debatem;
enlouquecem.

Rápido...
Não exija mais nada...

Vem comigo!

Vamos chegar ao fim...

Me abrace forte,
pois nesse momento...

Eu também já fui...

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Apertada Nos Teus Braços - Cleide Canton


Crê em mim, querido!
Deus do mais belo sonho vivido

hei de perder-me assim
com teus olhos em mim.

Hei de amar-te sem segredo
liberta do meu medo.

Deixa as luzes acesas

para que eu não me perca nas incertezas

e não duvide que te tenho tão perto.
Cá prá nós:
ainda hei de amar-te a céu aberto.

Hoje, no entanto,
quero tocar-te por inteiro,

quero perder-me no teu cheiro

e que me banhes no teu suor.

Dou -me inteira ao teu amor.

Quero teus mais ardentes desejos

e os mais loucos dos teus beijos.

Quero tua mão atrevida

nos meus detalhes perdida.

Quero o fogo da tua essência

e toda a tua potência.

Quero a culminância do teu prazer

no meu mais belo amanhecer.
Depois então,
deixa-me ficar
colada a ti num abraçar...
Dá-me teu peito cobertor

e os teu braços
onde me perco
de tanto amor!

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Acordada Em Ti - Nandinha


Hoje estou assim, com uma vontade
De falar-te que meus desejos querem os teus cortejar
Que meu corpo, sem vergonha nenhuma
Quer o teu lisonjear
Hoje estou assim com uma vontade
De cantar em teu corpo meu querer, meu pensar
De pedir-te que não demores demais
A fazeres-me gemer longos ais.
Hoje estou assim com uma vontade
De sentir teu perfume, teus amantes desejos
Sentir os ardentes lampejos
Que me despertam teus beijos.
Hoje estou assim com uma vontade
De ser felina pantera.
De soltar de meu corpo, a fera
De dizer-te que meu corpo, insanidades gera.
Hoje estou assim com uma vontade
De ter-te amor, ao meu lado nu em meu leito
Derramando pétalas de rosas em meu peito
Assim, daquele teu jeito.
Hoje eu estou assim com uma vontade
De fazer de meu corpo ardente
Tua morada permanente.

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Deixa-Te Ficar - A.D.


Deixa-te ficar no meu peito,
Sendo a força do coração que bate,
A vontade que ele sente dentro,
O querer que ele busca sem limite,
O desejo que tem tão presente.
Deixa-te ficar no meu peito,
Ser o brilho que ilumina meus olhos,
O sorriso que se mostra por entre os lábios,
O beijo que te espera na boca,
A ânsia presente do corpo.
Deixa-te ficar no meu peito,
Sentires o amor que te acolhe,
O futuro seguro que te escolhe,
A paixão que me alimenta todos os dias,
Deixa-te ficar, porque te amo.

terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Não Goste De Mim... - A.D.

Não goste de mim,
tão somente por aquilo

que os outros comentam.

Não me queira bem,

simplesmente como os outros falam.

Procure saber como eu sou...

Procure saber como eu vivo...

O que faço... como penso...

o que penso.

Queira algo mais profundo
que um simples olhar.

Entenda que quero algo diferente.
Que não sou simplesmente aquilo
que os outros chamam de gente.

Sou uma pessoa comum, sim...

que erra, que acorda, que chora,

que tem sentimentos, que ama,

e sente a ausência de alguém...
Que sente que ninguém
faz um carinho sozinho,
sem esperar um retorno...

Procure saber como eu sou...

Segure em minhas mãos firmes
e
sentirá o calor ardente de meu corpo.
Me olhe nos olhos
e encontre aquele ar de encanto.
E se abrir os lábios saberá que sei sorrir.
E numa caminhada, passo a passo,

uma emoção nos envolverá

fazendo brotar uma sensação gostosa.

Um conhecimento mais concreto;

Observe o meu rosto radiante de alegria,

por satisfação de você estar me conhecendo.

Me dê um beijinho, faça-me um carinho...

E enfim o amor surgirá
quando aprendermos
a admirar
as qualidades de uma pessoa,
sem esperarmos nada em troca...

" Por pura e simples vontade de amar!!! "
 

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Meu Homem - Alzina Bomfim


Gosto quando você chega
assim, manso...
Me envolve
me tira do sério.
Me abraça,
me beija,
me trama,
me ganha,
me desmonta...
Me encharca as entranhas...
Depois, sôfrego...
me arrebata,
me aperta,
segura meus seios,
me morde.
Me estremece,
me desnuda.
Me puxa...
Voraz,
me encaixa entre as coxas,
invade o meu corpo
como se fosse seu dono.
E, num entra e sai lento e profundo,
me corrompe os sentidos...
Me faz gemer, chorar, implorar,
como desvairada,
a morte,
no ápice do prazer....
E quando,
já quase enlouquecida,
você, meu homem,
explode comigo
numa comunhão de vidas,
um grito de amor...
Depois,
cansados,
suados,
incontidos em nós mesmos,
na plenitude do ato,
você, meu homem,
me guarda no seu abraço,
e adormeço...