JellyPages.com

domingo, 11 de abril de 2010

Nas Minhas Entranhas - Dora Saunier


Nas minhas entranhas
me pego pensando em você...
estás impregnado em mim...
posso sentir teu cheiro forte de suor...
teu hálito puro sabor hortelã...
tenho em meu corpo as tuas digitais...
onde pegastes deixaste os teus sinais...
tua saliva em minha boca escorre feito mel...
teu nome escrevo em folhas de papel...
olho teu retrato e já em desvario...
falo contigo feito gata no cio...
te devoro enquanto toco meu corpo nu...
tento arrancar você da minha pele...
bobagem, estas tatuado nas minhas entranhas...
quero esquecer nossos nossos...
sinto que enlouqueço a cada dia...
é tarde pra esquecer você...
confesso que já não posso.

Faz-Me Tua, A Mulher Que Sou! - Rozeli Mesquita


Tuas mãos afagam a loucura do meu cio
As línguas entrelaçam os desejos
Corpos em espasmos
Fez-me tua!
Pelo prazer, pelo desejo meu ventre contorce
Na linguagem perfeita, corpos bailam
Instintos, pernas e encaixes
Fez-me tua!
Poros, peles, pelos... tesão
Suspiros, gemidos sem nexo
O cio na moldura da tua cama
Meus espaços na tua boca
Na ondas deste amor intenso
Cheiros, toques, licores
Cúmplices, os corpos se entregam
Molhados, suados, doces sabores
Sorriso no canto da boca
Danado, exposto, explorado
A ti, o que nunca dei
Fez-me tua... a mulher que sou!


Desejos Proibidos - Mauri


Desejos proibidos, lascívia, tesão
Teu sexo em minha boca
Meu sexo em tua mão
Você já quase louca
Caindo em tentação
Assim fica difícil, não quero mais parar
Vou nessa com você
Onde você está?
Não quero nem saber
Mas eu quero jogar
Um jogo sem regras e sem nenhum juiz
Onde eu posso ser louco
Mesmo só por um triz
Fazer de tudo um pouco
Sem medo de ser feliz

Plenitude - Val Bonfim


Deixei a ilusão partir
e no silencio da liberdade
me encontrei.
Desafiei o destino
violei regras
e venci o tempo.
Cantei toadas dos amantes
contei estrelas distantes
e embalei o meu ego.
Brinquei de ser poeta
rimei paixão com tesão
e fugi dos versos tristes.
Desamarrei minha alma
desafrouxei o prazer
e saciei o meu corpo.
Aceitei valores mal resolvidos
a intimidade das aventuras
e inventei uma nova mulher.
Briguei com anjos e demônios
suspeitei da boca da noite
e me envolvi na essência do meu ser.

O Amor É Mais - Roberto Carlos

Pra saber o que é o amor
É preciso amar assim
E o amor que eu sinto por você
É igual ao seu por mim
O amor é energia, é luz
Que ilumina a alma
É a força de dois corações
Que traz a paz e acalma
Diferente da paixão
O amor é um sentimento
Está acima da razão
E do passar do tempo
O nosso amor resiste a tudo
À tempestade e ao vento
É forte em nosso pensamento
Imenso em nosso coração
Pro nosso amor não tem distância
Juntos sempre estamos
É assim que nos amamos
Não soltamos nossas mãos
O amor é mais do que eu pensei
É mais do que eu sonhava
E esse amor que eu tanto esperava
Só conheci quando encontrei você
E a emoção do nosso amor
Não dá pra ser contida
A força desse amor
Não dá pra ser medida
Amar como eu te amo
Só uma vez na vida
O amor é energia, é luz
Que ilumina a alma
É a força de dois corações
Que traz a paz e acalma
Diferente da paixão
O amor é um sentimento
Está acima da razão
E do passar do tempo
O nosso amor resiste a tudo
À tempestade e ao vento
É forte em nosso pensamento
Imenso em nosso coração
Pro nosso amor não tem distância
Juntos sempre estamos
É assim que nos amamos
Não soltamos nossas mãos
O amor é mais do que eu pensei
É mais do que eu sonhava
E esse amor que eu tanto esperava
Só conheci quando encontrei você
E a emoção do nosso amor
Não dá pra ser contida
A força desse amor
Não dá pra ser medida
Amar como eu te amo
Só uma vez na vida

sexta-feira, 9 de abril de 2010

Caixa De Entrada - Magda Almodóvar


Meu coração é 
Caixa de Entrada
Tudo recebe:

Mensagens de amor

Súplicas de ex amor

Promessas de possível amor

Dor de perda

Dissabor

Caixa de Entrada

Que busca saídas

Esforça-se além da medida

Para ser conforto

Parceria

Ouvinte

E manter-se poeta

Amante, sonhador...

Porta sempre aberta

Esqueceu do anti-vírus

Para impedir

Que entrem mensagens

De amargura

Palavras que magoam

Cartas de ira
Desventuras enfeitadas com flor
Caixa de Entrada

Hoje cansada,

Esse coração sem porta

Chegou num ponto

Que não mais suporta

Ficar sem resposta

Seu chamado para o amor

Mude!

Vire caminho

Troque entrada por rota

Pegue a estrada

Feche a porta
 

Vá se fortalecer!
Depositário de segredos

Medos

Receios

Confusas palavras
 

Recheadas de dor
Abre a comporta

Mude de provedor

Você precisa agora

É de colo, carinho...

E muitas canções de amor!

Onde está o novo provedor?
Só o tempo dirá,

Coração sofredor!


Canto Erótico - Célia Lamounier de Araújo


As roupas caem
uma a uma depressa
em gestos comuns
Houve um tempo
em que flutuavam
sutilmente
e assistiam ternas
a dança das carícias
no corpo esbelto
que se desvestia
em gestos sensuais.
As roupas guardadas
o quarto triste
um só travesseiro.
Foi-se o amante e a música
a voz apagada
não mais canta
o amor e a felicidade.
Houve um tempo
em que o ar era morno
o banheiro cheiroso esperava
e a própria casa cantava


Corpos Sedentos - Vanderli Medeiros


Quando puder te tocar,
teus lábios puder beijar...
Há de ser uma magia louca,
poder beber o néctar de tua boca.
Sentir nossos corpos unidos em calafrios,
pelas mãos arteiras e atrevidas
que deslizam matreiras,
provocando gemidos...
União de corpos,
almas e bocas,
dum frenesi a ânsia louca...
Cair-se-ão todas as roupas,
e no ápice da resistência
sentir toda tua ardência,
invadindo-me...
Me possuindo...
E a sede de duas almas,
cada vez mais ávidas,
buscarão a saciedade latente,
na união de dois corpos ardentes.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Alma De Mulher - A.D.


Nada mais contraditório do que "ser mulher"...
Mulher que pensa com o coração,
age pela emoção e vence pelo amor.
Que vive milhões de emoções num só dia
e transmite cada uma delas,
num único olhar.
Que cobra de si a perfeição
e vive arrumando desculpas para os erros,
daqueles a quem ama.
Que hospeda no ventre outras almas,
dá a luz e depois fica cega,
diante da beleza dos filhos que gerou.
Que dá as asas, ensina a voar
mas não quer ver partir os pássaros,
mesmo sabendo que eles não lhe pertencem.
Que se enfeita toda e perfuma o leito,
ainda que seu amor nem perceba mais tais detalhes.
Que como uma feiticeira transforma em luz
e sorriso as dores que sente na alma,
só pra ninguém notar.
E ainda tem que ser forte,
pra dar os ombros para quem neles precisa chorar.
Feliz do homem que por um dia souber,
entender a alma da mulher!

terça-feira, 6 de abril de 2010

Feliz Aniversário


FELIZ ANIVERSÁRIO
GUARDA LOKO ®
Comemore a maravilha de ser você !
Dê uma festa...
é o seu aniversário...
Tire os seus sonhos de
dentro do armário...
Repare como o tempo faz mágica...
Pense nos velhos tempos...
e vire uma página da vida...
Hoje é o seu dia, tome alegria...
Brinque à vontade,
o que vale é felicidade...
E comemore a maravilha
de ser alguém especial...
Você, uma pessoa única,
maravilhosa, sem igual!

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Ande - Flobela Espanca


Ando a chamar por ti, demente, alucinada,
Aonde estás, amor? 
Aonde... aonde... aonde?
O eco ao pé de mim segreda... desgraçada...
E só a voz do eco, irônica, responde!
Estendo os braços meus!
Chamo por ti ainda!
O vento, aos meus ouvidos, soluça a murmurar;
Parece a tua voz, a tua voz tão linda
Cantando como um rio banhado de luar!
Eu grito a minha dor, a minha dor intensa!
Esta saudade enorme, esta saudade imensa!
E só a voz do eco à minha voz responde...
Em gritos, a chorar, soluço o nome teu
E grito ao mar, à terra, ao puro azul do céu:
Aonde estás, amor? 
Aonde... aonde... aonde?

Bunda? Eu? - Magda Almodóvar

Quem disse que sou só uma bunda?
E que ela precisa estar atrevidamente em pé,
caso contrário, devo siliconizá-la?
Quem disse que só preciso de peito empinado?
Quem disse essas babaquices?
Eu sou mulher inteira: cabeça, tronco e membros!
Tenho idéias, pensamento lógico, sentimentos,
desejos, frustrações...
mas tenho principalmente consciência
de quanto valho e de quem sou.
Recuso-me a aceitar 
que uma BUNDA me represente!!!
Não admito ser reduzida
a um corpo produzido artificialmente!!!
Revolto-me ao ouvir dizer sobre a mulher
apenas pelas suas qualidades aparentes!!!
E afinal a mulher só tem peito e bunda??????
Não eu!!!
Se posso recorrer à plástica para rejuvenescer,
claro que o farei!
Quando a Lei da Gravidade fizer minhas
protuberâncias caírem, se me aprouver, as levantarei!
Procurarei meu Cirurgião Plástico 
que já em casos de queimadura minha filha socorreu,
sem que isto seja uma Olímpica competição
para cumprir o Padrão Tchan!!!
Sou fã do Ácido Retinóico, da Vitamina C, 
do Ácido Glicólico, da Uréia, da Semente de Uva,
da minha dermato (que é meu Pilar!), 
mas pretendo é um aspecto mais plácido e compatível
com meu interior que é sempre adolescente.
Tenho mãos que sabem aconchegar e afagar...
Tenho pernas que me levam ao encontro do Amar...
Tenho lábios que sempre anseiam por beijar..
Tenho ventre que já abrigou filhos...
Tenho braços de abraçar...
Tenho um corpo inteiro e nele habitam vísceras,
músculos, veias, alma, paixão e razão.
Acho lindo um belo corpo torneado, pele viçosa,
músculos delineados, cabelos sedosos, e todos
devemos nos empenhar em ter saúde, beleza,
destreza, flexibilidade. Porém ser só corpo, 
mutilado que só de bunda e peito se compõe, 
é idiotia, aberração, ou melhor, covardia e ilusão.
Lembro-me que faz pouco tempo a Mulher Bunda 
foi considerada a representante da Mulher Brasileira.
Recuso-me a ser por este tipo de mulher representada!
Que luxo seria estabelecer como Mulher Padrão Brasileira
a maravilhosa Fernanda Montenegro, ou Irene Ravache,
quem sabe Marina Colassanti.
Mais jovem, rebelde e inesquecível?
Leila Diniz, que exibiu com sensualidade e orgulho
seu ventre dilatado pela gravidez.
Que tal Carolina Ferraz?
Bonita, charmosa, sensual, inteligente, elegante, sensível,
apaixonada, mãe carinhosa 
que em recente entrevista à revista QUEM afirma:
"Eu não tenho mérito nenhum em minha beleza...
Não existe mágica para nada.
Acho que na vida temos que ter bom humor e disciplina...
Os meus músculos são de carregar Valentina...
E tem mais: "eu filmo mais musculosa do que realmente sou..."
e finaliza "Eu gosto de ter prestígio e sucesso pelos meus méritos...
Pois é, a beleza não pode tirar a atenção."
É, se mulher objeto é o padrão,
quero jamais ser citada,
prefiro ser ridicularizada por ter 54 anos,
escrever poesias, crer no Amor
e pagar caro pela minha independência,
e ainda ser considerada decadente
por não ter extraído dinheiro ou viver à sombra
do poder do ex-marido patrocinador.