JellyPages.com

quinta-feira, 31 de março de 2011

Por Uma Noite - Marcos Woyames de Albuquerque


Por uma noite eu quero,
Perder-me no teu ardor.
E até o nascer do dia
Deliciar-me com teu sabor.
Por uma noite eu quero,
Trocar beijos e carícias.
Unir corpos e mentes,
Sentir tuas delícias.
Na cama, no chão, no banheiro
Fazer amor sem ter medos.
Num corpo-a-corpo inteiro,
Desvendar os teus segredos.
Por uma noite eu quero
Em teus braços o sonho viver.
Por uma noite de amor
Até o amanhecer.

sexta-feira, 11 de março de 2011

Queria-Te Aqui - Chinezzinha


Queria-te aqui...
...rodear-te o corpo como uma serpente
...Enroscar-me em ti
no teu corpo quente e ávido de desejo
E amar-te do jeito que tu gostas...

quinta-feira, 10 de março de 2011

Belo É Meu Homem - Magda Almodóvar


Tem a força de Sansão
A delicadeza de um Noturno de Chopin
A sensualidade de um Tango
A leveza de uma pluma ao vento
Belo é meu Homem
Tem braços que me abrigam
E também que me imobilizam
Seus beijos me derretem
Pois sua boca é labareda
Ele me faz brasa acesa
Fogueira, rameira, aluna
Belo é meu Homem
Cujo peito peludo faz
o bico dos meus seios se fazerem oferta
E neste peito me esfrego buscando mais 
e mais excitação
Também neste peito me deito cansada
depois de alucinar de tesão
Belo é meu Homem
Que tem mãos tão possessivas a ponto de me submeter
Submeto-me à carícia destas mãos-algemas, 
elos de carne
Ele silencia meu alarme
Me faz gemer de paixão
Belo é meu Homem
Senhor do meu orgasmo
Detonador de meu instinto mais primitivo
Deus da vadia que criou
Belo é meu Homem
Maestro que me orquestra o corpo
Com seu pênis, sua língua, seus dentes, sua voz!
Belo é meu Homem
Onde reside a Beleza?
Na forma, nos músculos, nos traços?
Qual o quê!!!
Beleza é fazer me sentir Realeza
Fazer do Amor Nobreza
Do sexo meu Alcatraz!!!!
Ah!!! Como é Belo meu Homem!
Sou sua gueixa
E quero sempre mais...

quarta-feira, 9 de março de 2011

Convite - Magda Almodóvar


Venha ao meu encontro
Mas venha com tempo
Com calma
Com paz
Não traga mágoas
Desencantos
Mentiras
Dores de lá de trás
Venha com um sorriso
Brilho no olhar
Vontade de comigo estar
Ternuras para ofertar
Peço que tenha cuidado
Quero muito namorar
Ficar com você abraçada
Trocando carinhos
Música mansa de fundo
Vendo nós dois começar
Traga beijos tímidos
Aqueles de me testar
Traga também beijos molhados
Que irão me enfeitiçar
Quero que suas mãos macias
Me façam mimos
Desde o chegar
E que depois, assanhadas,
Deslizem em meu corpo a latejar
Mas devagar, não tenha pressa,
Podemos saborear cada tempo
Deste momento sem tempo
Que vamos degustar
Beijos
Carícias
Lambidas
Cheiro de cio
Palavras pra em meu ouvido sussurrar
Serão também bem vindos
Assim como abraços de me apertar
Quero chamegos preliminares
Beijos em todos os lugares
Delírios ditos
A me excitar
E que sua língua me descubra
Traçando trilhas no pré-amar
Depois na cama
Me rasgue a roupa
Que separa nossa pele
Para nos esfregarmos
Criando fluidos
De facilitar
Ah! vamos nos deter em cada pedacinho
Em cada suspiro
E ouvir um do outro
Os desejos
O que mais gosta
Para explorar
Cavalgue sua potra virgem
Faça de mim puta experimentada
Quero com você me recomeçar
Traga seu homem inexperiente
Que quero em grande amante transformar
Traga seu presente
Seu desejo crescente
E a vontade de em mim ficar
Já tenho aqui reservado
Meu corpo ardente
Minha vagina molhada
Minha boca faminta
E meus seios
Para lhe dar
Venha, mas venha meigo,
O selvagem eu quero detonar
Venha e se prepare
Para a mim agarrado
Ver o dia chegar
Vamos fazer da cama um universo
Os sons dos orgasmos
Dos risos do depois
Se misturarão com o canto dos pássaros
Cantando a vida
No dia de nós dois
Depois do depois?
Seremos adolescentes embriagados
Com o néctar bebido
Cultivado em temperaturas ardentes
Nascidos em torrente
Nos gozos enlouquecidos
De nós já apaixonados
Venha!
Venha!
Me abraça
Me penetra
Me preenche