JellyPages.com

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Vem Cá, Meu Anjo Maldito - A.D.

Me deita, me pega de pé, de quatro...
Me vira de costas, enfia como você gosta
Eu sei que por trás te satisfaz,
Eu consinto, eu gamo
Eu quero, eu venero este teu veneno 
de homem gostoso
Teu sexo vadio em meu corpo
Úmido e imenso que me varre, que me põe no sufoco 
Que me  domina e me faz alucinar por baixo, por cima
Eu quero é mais, vem cá! 
Anjo maldito! 
Quero urrar de tanto prazer, 
Quero ficar com você até endoidecer, 
Quero ver-te delirar dentro de mim,
Implorar por minhas mãos, meus lábios 
e por minha língua, 
Que te banha em saliva, que te poe à deriva, 
E ficamos assim, sem querer voltar pra "nossas  vidas"...
Quando estamos juntos, é sempre assim...
Te satisfaço, te realizo como homem,
Fica meu homem... fica... 
Vem cá, me possua, me assanha, 
Eu sempre quero, 
eu preciso dessa tua urgência deliciosa,
Sou tua droga, você é meu vício, 
e isto nos põe em perigo...
Vem cá, meu anjo maldito, 
Quero é mais de você, meu tesão bandido
Sou tua puta, tua rameira
Não existe outra sereia, nem outra parceira
Na arte de te enlaçar, na arte de engolir 
Este teu leite apetitoso, que minha saliva sente, 
Que em minha boca se espalha 
Ver você  tremendo, sacudindo, 
Em transe louco, implorando por mim 
E entrando-me com tua lança, me estocando
Em dança, nesse vai e vem, em pé, sentados, deitados,
aqui entre minhas pernas...
Existe um mundo de loucuras e desejos
Vem se perder nas minhas curvas sagradas, 
Despeja teu gozo em mim  e se sentir assim, meu senhor 
Você nunca teve, eu te garanto, 
uma mulher com meu encanto, 
Uma mulher que te domine, com surpresas, 
trepadas e poesias...
Com sedas, com flores, chocolates e vinhos,
Kama Sutra? 
Eu pratico 
Dança do ventre? 
Sou mestre nessa arte
Vem cá... vem cá sentir... vem...
Sou tua loba faminta que te vai azucrinar, pode apostar,
Para além dos teus limites e de teus enganos, 
Te fazer gritar de tanto tesão
À flor da pele vai ficar e gostar de ficar... 
Vai implorar por mais... meu anjo bendito, meu fruto proibido
Te dou  meu aroma de gata selvagem, no cio
Sou faceira, tua bandida, tua alma gêmea
É sempre maior meu delírio em gozar e gozar e... 
Me  sentir como deusa e demônio, 
Somos loucos e insanos, somos então perfeitos!
Nascemos um prara o outro, o devasso e a poetisa,
Assim somos, meu maestro gostoso, 
Neu homem tarado, meu prazer maldito, 
Me faz tua égua desvairada, cavalgando em você, 
tua fêmea no cio,  
Tua puta desavergonhada, tua mulher lasciva, 
Me faz  assim, bonita e bandida, 
Tua bendita mulher gostosa, que te varre em orgasmos, 
Não vai achar outra como eu... sou assim... 
Feita sob medida... sou teu número lembra?
Então deixa de conversa e... 
Vem cá, meu anjo bendito!
Fica logo comigo, vem me saciar, me tirar este fogo
Eu não suporto mais minhas vontades, esta libido
Sabe que sou insaciável demais, que te quero já, vem cá...
Vem cá, meu anjo bendito, 
Saciar tua fêmea no cio, vem... 
Me encharcar com teu leite,
Vou te beber por inteiro, eu prometo...
Vem cá, vem...

domingo, 28 de julho de 2013

Vem, Me Provoca - Beth Souza

Vem, me provoca, me devoram me tocas...
Vem, me encanta, me canta
Vem, me dominam me tira do sério,
desvela meus mistérios
Vem, me alucina, me atiça e faz-me ousar
Vem, me arrasta, me tira a roupa,
deixa-me louca...
Vem, me faz um carinho, deita em meu ninho
me faz dormitar...
Vem, me bota no colo, me enrosca e me toca... 
me faz delirar...
Vem, me leva contigo, me beija...
me faz murmurar...
Vem, me deixa sem sentidos,
me despe do pudor, me dá teu amor...
Vem, sem receio, sem medo, com todo ardor
me deixar sentir teu calor...
Vem, sem demora e me devora...
me alucina sem hesitar...
Vem, te quero agora, sem delongas ou demora , 
me faz suspirar...
Vem, puro fascínio, desejo e paixão...
me entrega o coração...
Vem, me fala de amor, me deixa sonhar...
desvairada, descompassada, sem saída...
totalmente perdida de amor...
Vem, me faz navegar soltando a imaginação

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Nossa Trepada - A.D.

Te quero safado, tarado.
Lambendo meu corpo todo...
Quero teu pau ocupando cada pedaço de mim...
Quero sentir tuas mãos me buscando inteira,
passeando em minhas pernas... 
explorando minha xana...
Vem assim, se entrega inteiro pra mim...
Embriague-se no meu  leite,
Que  só escorre por tua causa...
Sacie tua fome entre minhas pernas! 
Me penetra forte, deixa que eu te cavalgue, 
como a um  cavalo alazão...
Use e abuse dos prazeres que podemos desfrutar... 
Quero te sentir apaixonado, louco, 
ensandecido, fazendo-me tua, possuindo-me nua.
Quero-te meu domado, saciado!
Quero-te lambuzado... babado.
Quero teu leite se misturando ao meu,
Quero a nossa louca trepada!

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Loba - A.D.

Você não gosta de menina boba 
Gosta mesmo é de loba.
Gosta de mulher com pegada 
Que joga e não perde por nada,
Que monta, senta e rebola
Que não se importa se esfola. 
Que faz com força e que grita 
Que se abre quando se excita.
Gosta de mulher bem mulher 
Que sabe o que gosta e o que quer.
Menininha assim, bonitinha e careta 
Só pra olhar e bater punheta.
Na hora de dar “A TREPADA” 
Tem que ser com mulher bem safada.
Tem que ter línguas e dedos
E saber usar tudo, sem medos.
Prefere mesmo é “Ana,” 
A puta, 
A amante, 
A sacana, 
Que na sala, escreve poesias 
E no teu corpo, é completa vadia.

Meu Destino - A.D.

Ser tua  é meu destino,
meu desatino, minha gana. 
Sentir teu peso é meu tesão e loucura...
Me entregar pra você,
mais nua e ser a tua... dama,
a da esquina, a vagabunda, 
ser a tua puta louca... ser sua aventura...
É meu destino!
Ter o teu gozo na minha boca 
e entrar no teu jogo da febre pura, 
do desejo sem fronteira...
Te montar, 
e esta cavalgada faz aumentar meu fogo...
beber teu gozo, 
ser tua parceira, cúmplice e rameira...
Morder, lamber, chupar teu corpo 
e sentir teu prazer jorrando...
liberto pelas veias dilatadas... você suando,
metendo fundo, gemendo em me foder...
É meu destino! 
Abrir minhas pernas, te chamar pra dentro de mim...
te sentir  inteiro meu,
no embalo da gingada...
Beijar a tua boca e depois adormecer. 
Ou... 
beijar a tua boca e depois te esquecer....
Ou...
beijar tua boca e para sempre me perder... 
Seja qual for a minha escolha, 
ser tua é meu destino...

Do Meu Jeito Besta - A.D.

Deixa eu te amar hoje do meu jeito?
Esse meu jeito BESTA 
de te convidar  para meu uso e abuso. 
Tê-lo como artigo raro...
Objeto de luxo?
Deixa eu te tocar de um jeito especial?
Te trazer pra mim?
Te massagear... tocar onde eu quiser? 
Te fazer gemer e tremer e gozar, se der?... 
Deixa eu te amar hoje do meu jeito besta?
E assim,  me deixar comer por você 
em todas as posições 
e gozar mais do que eu podia imaginar 
que era possível?
Deixa eu  viajar no teu corpo,
beijando-o todo?
Te riscando com os dentes e com as unhas?
Deixa eu preencher todos os teus poros, 
pêlos e pensamentos com meu gozo?
Marcar TODO SEU CORPO... 
(meu território) com meu  suor?
Deixa eu escrever na tua pele o meu nome
Beber até a última gota do seu leite?
Te usar pro meu deleite, 
desfrute e gozo!
Deixa logo, vai!!!
Sei que você delira 
com esse meu jeitinho besta...

Fogo Do Desejo - Rosane Lima

O fogo do desejo
Me consome...
Queima minha pele,
Arde meu corpo,
Sacio sozinha
As loucuras que imagino...
E que gostaria de saciar...
Contigo!

Cabelos Ao Vento - Suely Vieira

Quebrar as correntes
Abrir a gaiola
Passar pelo muro
Portão? 
Para que?
Correr pelo campo
Os pés pela terra
Cabelos ao vento
O corpo tão leve
Parece voar
Sem pressa
Sem medo
(o tempo parou)
Dançando. 
Girando
Cantando. 
Vivendo.
Gemendo baixinho
De puro prazer
O corpo cansado
Rolar pelo chão
Molhado. 
Suado.
Sem nada mais ver.

Hoje Sou Lua - Suely Vieira

Procuras meu reflexo na água
Então percebes...
Hoje sou noite, sou as estrelas,
Hoje sou  lua.
Desnuda em força
Sou pura essência.
Eu sou Mulher.
Tornei-me noite,
tornei-me estrela,
Tornei-me lua. 
Sou os teus sonhos,
Teus devaneios.
Tua saudade,
Sou a lembrança, sempre presente,
Em cada gesto, em cada cheiro, cada lugar.
O meu canto, o meu chamado tu ouvirás.
Mas sou quimera...
Meu canto, o das sereias...
Tua busca será eterna,
Mas nunca me alcançarás...

Quero-Te - Igara

Quero-te mais, 
Do que julgas ser possível. 
Quero-te muito mais. 
Sinto-te na Alma, 
A todo o instante, afagando-me... 
Quero-te em formas 
Que não inventas, 
que ninguém vê. 
Quero-te, 
com o saber de quem sabe sonhar. 
Eu Sonho-te! 
Sonho-te, 
Como nunca ninguém Te Sonhou 
Serei tua, eu sei... 
Serás meu, eu sinto... 
E se to digo, 
Sei que não minto!

Cio - Ataíde Lemos

Cio  
Provoca-me
Prove-me
Deixa 
Teu sabor
Empregado
Em meu corpo;
Tuas marcas
Tatuadas
Em minha pele;
Teu gosto
Em minha boca
Teu Ser
Nas entranhas
Para que
Leve-te
Onde for
E sinta
O teu cio
Onde você
Estiver.

Como Poesia - Ataíde Lemos

Como poesia  
Nas curvas do seu corpo
Passeio com meus toques;
No calor da sua pele
Deleito meu prazer
Aguçando seus desejos
Que apelam pelos meus.
Como poesia
Nossos corpos entregam-se
Declamando em caricias,
Sussurros e gemidos
Nossas loucas fantasias
Levando-nos ao ápice
No momento do gozo

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Gula Insaciável - Ataíde Lemos

Quero deliciar-me
Do teu corpo
Ter em mim sua fragrância
Entorpecer-me de desejos
Embriagado de beijos
Quero sentir-me
Todo aquecido
Ao tocar sua pele macia
Beijar cada parte sua
Enfervecido de prazer
Excitado por uma gula
Insaciável de você

terça-feira, 23 de julho de 2013

Menina Levada - Veronika

Sou mulher de quarenta, com a libido aflorada.
na hora do amor sou menina safada,
Gosto de lobo mau, nas noites de luar.
também de sentar naquele banquinho
para fazer amor selvagem.
Atiço seu tesão, pra te ver delirar. 
Então mostro a calcinha só pra te provocar,
E como  menina levada
todos  teus desejos vou realizar.
Vou te chamar de meu homem,
e na tua cama me deitar.
Tenho sede de ser devorada,
lambida, mordida e ser possuída.
Sou dengosa e faceira,
e para chamar sua atenção
costumo gemer e chorar.
Me lambuza de mel, e vem me provar.
quero  tua língua a me saborear,
sentir mais uma vez, você me penetrar,
Me faz implorar, pra você não parar.
Desliza tuas mãos em meu corpo moreno,
e vamos brincar...
Me leve ao céu, me fazendo gozar,
então explode dentro de mim,
num delírio sem fim....
Meu homem gostoso, me envolve em teus braços,
te quero assim!

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Minha Morada - A.D.

Aqui estou para te deixar louca
Fazendo-te carinhos com minha boca
Envolvendo-te em minhas malicias
Teu corpo, minha total caricia,
Quero que encontres a glória
Quando eu derrubar teus muros, 
E invadir novamente as tuas guerras
Na cama faremos paz, depois de muita guerra
Corpos suados, combalidos,
Mas sem vencedor e nem vencidos
Aqui estou para atentar tua alma
Fazer-te perder a calma
Pegar-te de jeito, por inteiro
Para você sentir o meu toque
Minha tara e o meu cheiro
Mesmo distante de mim,
Vai querer mais, eu sei que sim
Estarei nos teus sonhos, no teu dia
A todo o momento
Farei morada em teu corpo
E no teu pensamento.

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Texto Do Filme: Casa Comigo?

"Quero pedir que você nunca roube, minta ou traia. 
Mas se você tiver que roubar, 
roube todas as minhas tristezas. 
Se você tiver que mentir, 
minta, mas para poder passar todas as horas comigo 
e se tiver que trair, 
traia a morte, por que eu não posso passar um dia sem você."

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Bendito Pecado - Gilson Costa

Benditas sejam as curvas
que percorro nesta estrada
bendito seja o calor
que nos queima na jornada
bendito seja seu cheiro
misto angélico e infernal
como bendito é o licor
da sua fonte divinal.
Bendigo vales e montes,
gêmeos, me ofertados;
bendigo a boca molhada
que à minha fica colada
bendito dentes cravados
seus lábios rubros, inchados
e bendita seja a dor
que suas unhas no furor
do amor profano e sagrado
no meu dorso faz riscados
traça o mapa imaginário
do que me é santuário
paraíso e minha igreja;
e por fim bendita seja
com seus gemidos e gritos
bendito, mais que bendito;
bendito corpo suado!

terça-feira, 16 de julho de 2013

Prazer... - Gilson Costa

Prazer...
tenho vários nomes
Sou várias coisas
Posso estar em você
Prazer
Meu nome é Loucura
E vou logo perguntando
Por onde começo
Pegando-te.
Tirando seu centro
Mexendo em seu prumo
Fazendo-te perder o rumo
Meu nome é Juízo
E não adianta me querer
Estou aqui exclusivamente
Para você me perder 
Jogar-me para o alto
Jogar-me fora
Largar-me esquecido em um canto
Por umas longas horas
Por isso hoje eu insisto
Esqueça que eu existo
Meu nome é Desejo
O calor da paixão
Com meu ardente beijo
Invado teu coração
Aumento tua temperatura
Faço-te suar
Enlouqueço teu corpo
Só de em mim você pensar
De forma gostosa
Faço-te sofrer
Vai se acabar de gemer
Sem nada te doer.
Prazer...

Gilson Costa

Tuas mãos em meu corpo - Sedução!  
Tua boca em minha boca -  Tesão!  
Teu olhar no meu olhar - Fixação!  
Meu corpo em teu corpo - Explosão! 

Te Escolho - A.D.

Te escolho
Te abraço
Com o calor do meu corpo
Te enlaço
Com o sabor de meus beijos
Te enlouqueço
Minha língua na tua boca
Teu corpo treme
Meus lábios percorrem teu corpo
Gemes
Te contorces
Estremeces de prazer
Sugo teus mamilos
Agarras meus cabelos
Vou descendo
Boca e Língua
Te envolvo em doces lambidas
Fortes sugadas
Meu sexo em tua boca 
Esfrego
Delírio
Luxúria
Tesão
Ficamos neste louco vai e vem
Nosso desejo fervilha...
Minha língua
Escorrega
Lambe 
Sorve 
Entra em lugares proibidos
Nossos sentidos aguçados
Estão enlouquecidos
Tua língua quente
Meu desejo explodindo
Nossos corpos encharcados
Molhados 
Melados
Pelo mel da nossa louca excitação
Derramamos nosso gozo
Num êxtase glorioso!