JellyPages.com

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Mordida Na Maçã - Wando

Eu queria me esconder um dia desses
Num cantinho dos seus olhos só pra ser
Uma lágrima rolando no seu rosto
Pra molhar o seu sorriso ao me ver
Eu queria revirar seu pensamento
Pra fazer seu corpo desejar o meu
Ser a força que de amor te deixa doida
Pra te ouvir dizer que eu seja sempre seu
Quero ser o vento forte em seus cabelos
A saudade apertando o coração
Quero ser o pensamento mais ardente
Em sua boca o retoque do batom
Se for noite de calor eu faço chuva
Pra molhar seu corpo quente só pra mim
Nessa hora te ilumino de estrelas
Viro flores e perfumo seu jardim! 
Quero ser o arrepio no seu corpo todo! 
A mordida na maçã que não se esquece o gosto!
O beijo que te deixa tonta e que te molha a boca! 
Quero ser aquela coisa que te deixa doida! 

Escuta Meu Chamado - A.D.

Chega aqui...
E traga  teu corpo 
para o meu aquecer, 
me dá tua boca para num 
beijo molhado a minha beber.
Quero sentir tuas mãos atrevidas 
passeando no meu corpo, 
acendendo meu desejo.
Deixe que eu me esfregue em tua coxa,
roçando meu sexo molhado 
enquanto te engulo inteiro...
Deixando-te louco. 
Brinque com tua língua num passeio malicioso 
em minhas curvas, 
e sinta meu arrepio de prazer! 
Quero sentir o coração 
batendo descompassado...
A respiração ofegante...
Quero perder a razão 
e entregar-me sem medida.
Vem... 
Me provoca, me seduz, me enfeitice...
E depois se aninhe em mim, 
gozando... gemendo... 
E na volúpia desta cavalgada,
entregue-se sem freios,
invada-me e deixe em mim 
todo teu gozo e prazer!

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Sabe Do Que Eu Gosto? - Patrícia da Fonseca

Sabe do que eu gosto?
Da tua cara de safado
Do teu olhar que me despe
Primeiro que tuas mãos.
Sabe do que eu gosto?
Da tua língua quente
Dos teus lábios que me sugam
Me chupam e me lambem.
Sabe do que eu gosto?
Do teu pau grosso
E do jeito que ele me deseja
Sem respeitar tempo e nem lugar
Sabe do que eu gosto?
De você por inteiro
Da tua voz que murmura
Loucuras no meu travesseiro.

Dominação - Amorinn

Naquele momento supremo
quebrarei teus mitos,
ouvindo o doce lamento,
sufocando os teus gritos,
a dominar tua vontade,
com meus lábios
tapando tua boca.
Afogados num mergulho,
eu te quero escrava toda nua
para te seduzir,
à luz da lua.
Quero amar,
quero te ouvir implorar
um pouquinho mais de mim,
acabar com este marasmo
e te matar aos poucos,
de tanto orgasmo...

Sucumbida - Amorinn

Arrebatada pelo instinto, 
era assim que sentia-se, 
sempre e em toda a parte. 
Vivia consumida pelo desejo 
que lhe irrompia florescente na pele 
como que implorando para ser saciada. 
Deixava-se dominar pelas paixões, 
deixava-se embrenhar nos apelos do corpo 
que não lhe davam  descanso. 
Sentia-se atraída pelos prazeres carnais, 
em todas as suas formas, 
em todos os seus mais concupiscentes apelos, 
incitando a libido ao comportamento 
desmedido do insaciável. 
Procurava, incontrolável, satisfazer a lascívia 
que sentia surgir no íntimo do seu ser, 
ambicionando provar tudo, experimentar tudo, 
não deixar um sabor por degustar, 
um corpo por profanar, uma pele por lamber, 
um líquido por saborear, um grito por calar. 
Sucumbia à libertinagem, ao sexo despudorado, 
ao roçar das carnes, ao ímpeto do desejo 
e da concupiscência. 
Vadiava, fornicava, fodia, consumia, gozava, 
numa masturbação desregrada, egoísta  
e insaciável do seu corpo 
e dos que lhe eram oferecidos para fruir. 
Excessiva, passional, erótica, sensual, 
consumava o desejo e a satisfação 
numa absoluta e inegável luxúria.

Perdidamente Louca - Cléia Mutti Fialho

Incline tua cabeça com beijos
em meus seios macios e sedosos
excitados de emoção e desejos
em meus mamilos coloque tua boca 
e morda-os tão sensualmente
deixando-me delirante e louca
e com minha língua lamberei lentamente
teu corpo ereto e ardente
até você derramar seu prazer.

Beijos Na Alma - Cau Lanza

Se você vem
meu corpo canta
meu corpo dança
te reclama
te chama
o salão é a cama
a pista de encontro
de quem sabe que ama
espera o contato
na boca 
no tato
na fala que falo...
rasgada a seda
a vontade aumenta
a urgência é total
o querer não aguenta
a fome arrebenta
é tanto e tanta
eu que não sou santa
te peço mais e mais
em beijos ardentes
em mãos calientes
não me solte jamais
no corpo que cola
a faca que amola
afia e corta
a saudade vai embora
num prazer sem demora
em múltiplos gozos... reais...

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Sem Explicação - L.P.V.

O que você tem 
Que não sai dos meus pensamentos...
Queria desvendar seus mistérios,
Saber que fórmula Deus usou  
Pra colocar na boca esse seu sabor...
Queria saber também a fôrma  
Que ele usou ao esculpir o seu corpo... 
E meus dedos não cansam 
De por ele deslizar...
Ahhh! teu sexo, fruta divina  
Onde saboreio lentamente
e nunca enjoo, uma delícia...
Mas o mais importante é o amor...
Ahhh! esse amor 
Que por mim você fixou, 
Que me faz feliz 
Simplesmente por ser o "seu" amor...
... E o meu...
Sem explicação, sem descrição...
Apenas amo.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Ainda Te Pego - Ruy Bento Vidal

Te jogo em meu prato
Te como de entrada
Te tomo de vinho
Te faço gostoso, 
Meu prato central
Com as mãos te amacio
Te envolvo num caldo, 
O suor de nós dois
Com apertos e abraços, 
Te pego
Te esfrego
Tempero tua carne
Com beijos, 
Mil beijos, 
Lambidas
No fim, sobremesa, 
Te estendo à mesa
Te envolvo em morangos com chantilly
Viro um champanhe 
e me entorno em teu corpo
Me espalho
Te assanho
Invado teus vãos.

Ao Sabor Do Morango - A.D.

Sentados de frente um para o outro,
Uma caixa de morangos entre nós... 
Morangos doces e maduros...
Tirei um e passei em tua boca, 
Contornei teus lábios,
Esperei tua língua... 
Passou de leve no morango
Senti tua boca puxando o pedaço do morango
Tua boca, suja de morango, sorria pra mim...
Mais um morango... 
Agora não deixei tua boca apanhá-lo...
Ela avançava e eu tirava, 
Admirava tua vontade...
Estava sedento! 
Beijei tua boca, então,
Cheia de morango vermelho... 
Provocante...
Tua boca procurava... 
Então, coloquei em minha boca
o pedaço de morango... 
Tua boca colou na minha,
Tua língua procurava o morango, 
Agora escondido... 
Deixei pegá-lo...
Estourar entre nossas bocas... 
Coladas... 
Sujando nossos rostos,
Agora vermelhos... 
De morangos... 
Tirei tua blusa...
Passei mais um morango em teus seios,
Agora vermelhos... 
Então passei minha língua...
Limpando-os 
E você gemia... 
Lágrimas... 
De prazer...
Eu delirava de tesão...
Como amo te ouvir...
Chorar...
Gemer... 
Delirar... 
Minha menina... 
Deitei você...
Abri tuas pernas... 
E mais um morango... 
Sujei teu sexo...
Agora todo vermelho... 
Comecei a limpá-lo... 
Com minha boca...
Minha língua... 
Tirava o morango...
E junto teu suor de fêmea
Te ouvia gemendo...
Chorando...
Gozando... 
Me chamando de teu homem...

Tua Sempre E Para Sempre - A.D.

Você me chega suado,
com este teu jeito safado,
e olhar de quem se diz apaixonado.
A pele transpirando desejo,
poros exalando teu cheiro de homem.
Meu corpo na espera,
une-se ao teu, num abraço envolvente 
e bocas que se procuram em beijos ardentes.
Tuas mãos maliciosas exploram meu corpo
com a ternura de um amante sensível
e com a volúpia de macho sedento...
A entrega é inevitável...
O corpo todo queima...
Um coração fragilizado e apaixonado...
Neste momento sou tua
inteira, sem pudores...
Minha pele arde a cada toque...
Eu me rendo a sedução,
que se dane a razão...
Te quero, desejo...
Te amo demais...
Tua sempre e para sempre

Sádicos Carinhos - Desejos Noturnos

Quem entenderia tamanho desejo? 
Meu corpo arde
Meu corpo te chama
Me sinto igual a um vulcão
Prestes a explodir
Estou insaciável
Necessito do seu toque
Nada substitui a vontade de tê-lo
Incêndio
Tempestade
Calmaria
Aceito apenas uma noite
Algumas horas
O que tiver a me oferecer
Mas não me deixe assim
Vem!! 
apaga o incêndio 
que tu causas nessa escrava 
dos seus sádicos carinhos!!!

É O Amor - Cau Lanza

Objeto do desejo
Fogo aceso
Unhas afiadas
Penetram a carne
Em gritos de prazer
Dilacera meu peito
Em lambidas safadas
Tira meu fôlego
Com pegadas marcadas
Encosta pega toma
Me leva ao delírio
Esse fruto proibido
Quero mais é que coma
Se farte se lambuze
Que eu te baste
Que de mim abuse
Nesse transe louco
Entre a flor e a haste...

Sua Donna - Fabiana Menini

Como me chamo?
Não importa. 
Hoje posso ser anjo. 
Posso ser bruxa. 
Posso ser fraca. 
Posso ser forte. 
Posso ser o demônio. 
Posso ser menina. 
Posso ser extravagante. 
Posso ser inocente. 
Posso ser cortesã. 
Posso ser pai. 
Posso ser mãe. 
Posso ser a mocinha. 
Posso ser a vilã. 
A vida me ensinou a interpretar. 
O tempo me ensinou a ser 
a protagonista da minha vida. 
Aprendi em todos esses anos 
que sou capaz de ser o que eu quiser 
e me chamar como bem entender. 
Tenho mil faces e máscaras. 
Ontem fui uma. 
Hoje sou outra. 
Amanhã, decido o que vou ser. 
Vivo o momento agora. 
Nunca me engane. 
Nunca me machuque. 
Pois não sabe quem eu serei 
da próxima vez que me encontrar. 
Se fui princesa, lembre-se "posso ser má". 
O que quer que eu seja pra você? 
Pede, pode pedir. 
Escolha o nome que quiser. 
Quero. 
Posso. 
Consigo. 
Tenho toda a garra e competência. 
Sou mulher...

Beijos De Prazer - Cau Lanza

Te dou um beijo
na boca
tão louca
mordido
profundo
atrevido
desce pro queixo
lambido
perdido
deslizo
aliso
insisto na descida
acerto
te aperto
te faço
num abraço
de pernas
num laço
de mãos
num corpo
no corpo
no ser e no ter
querer
é todo nosso esse prazer...

Te Deixo Louco De Prazer - Flávia Guimarães

Te deixo louco!
Faço de você meu
homem..
Te beijo inteiro
Te faço prisioneiro
do meu amor...
Quero você gemendo
em meu ouvido...
Pedindo desce...
Mas não vou atender
seu pedido...
Beijarei cada parte
do seu corpo...
Molhado de tanto prazer...
isso me excita...
Mas vou brincar até você
não aguentar mas!

domingo, 25 de agosto de 2013

Mentira Ou Verdade? - L.P.V

Adoro a verdade,
Verdade de verdade. 
O que seria dela, 
Se não existisse a mentira?
Que verdade és tu, 
Que na verdade do meu eu, 
Fez  sua morada...
Minha linda verdade,
O que és tu,
Na imensidão dessa grande mentira? 
A única verdade,
É que sei que te amo verdadeiramente  
E que verdadeiramente,
Você faz parte da minha vida...
Então te amo de verdade.

Meu Eu Em Você - Victor e Léo

Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu
Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar
Quando em meus braços você se acolheu
Eu sou o teu segredo mais oculto
Teu desejo mais profundo, o teu querer
Tua fome de prazer sem disfarçar
Sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar
Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia
Sou o teu luar em plena luz do dia
Sou tua pele, proteção, sou o teu calor
Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor
Eu sou tua saudade reprimida
Sou o teu sangrar ao ver minha partida
Sou o teu peito a apelar, gritar de dor
Ao se ver ainda mais distante do meu amor
Sou teu ego, tua alma
Sou teu céu, o teu inferno a tua calma
Eu sou teu tudo, sou teu nada
Minha pequena, és minha amada
Eu sou o teu mundo, sou teu poder
Sou tua vida, sou meu eu em você